Hérnia epigástrica sem cicatriz

Publicado! A revista da Associação Americana de Hérnias já colocou online o nosso artigo ‘Scarless laparoscopic repair of epigastric hernia in children’, meaning «Reparação laparoscópica da hérnia epigástrica da crianças sem cicatriz». Cirurgia laparoscópica ‘made in Portugal’. Em Janeio de 2014, neste mesmo blogue publiquei a fotografia da esquerda: uma cicatriz de uma hérnia epigástricaContinue a ler “Hérnia epigástrica sem cicatriz”

As crianças absorvem mais radiações dos telemóveis que os adultos. E agora?

Este artigo do  Journal of Microscopy and Ultrastructure deixou-me algo apreensivo. Os autores pertencem ao Environmental Health Trust, uma ONG americana que se dedica a estudar os perigos para a saúde pública do tabaco e, mais recentemente, das radiações dos telemóveis e outros dispositivos móveis. Apesar de poder haver algum viés de avaliação, o artigo cita estudosContinue a ler “As crianças absorvem mais radiações dos telemóveis que os adultos. E agora?”

Cólicas do lactente: sinal precoce de enxaqueca?

Desde o início deste blogue que tenho fugido ao tema das cólicas do lactente. A principal razão é elas não terem uma causa completamente esclarecida. Há quem diga que o desconforto abdominal se deve a uma intolerância (ainda que temporária) às proteínas do leite de vaca ou à lactose presente em alguns leites adaptados (‘leiteContinue a ler “Cólicas do lactente: sinal precoce de enxaqueca?”

Refluxo vesico-ureteral (ou ‘xixi ao para trás’)

Nestes últimos tempos, tenho tido a necessidade de explicar esta patologia mais que uma vez. O Refluxo vesico-ureteral (RVU) é uma doença frequente na criança (1 a 2% de todasea elas). Na maioria dos casos, a evolução é benigna (favorável), mas pode ser necessário o cirurgião pediátrico. Assim, elaborei este pequeno grupo de perguntas paraContinue a ler “Refluxo vesico-ureteral (ou ‘xixi ao para trás’)”

Cirurgia endoscópica transluminal por orifícios naturais, no tórax e híbrida?!

Sobre o doutoramento propriamente dito, o título estranha-se: Hybrid thoracic NOTES: a translational research project. NOTES significa natual orifice transluminal endoscopic surgery, ou seja, cirurgia endoscópica transluminal (que fura um órgão) por orifícios naturais. Confusos? É normal. Mesmo os colegas médicos pedem-me muitas vezes para explicar exactamente o que andei a estudar (alguns usam oContinue a ler “Cirurgia endoscópica transluminal por orifícios naturais, no tórax e híbrida?!”

Está quase…

Daqui a dois dias defenderei a minha tese de doutoramento. O título é inglês ‘Hybrid thoracic N.O.T.E.S.: a translational research project’. N.O.T.E.S. é natural orifice transluminal endoscopic surgery, que, traduzindo dá qualquer coisa como cirurgia endoscópica transluminal por orifícios naturais, ou seja, andamos a tentar fazer cirurgias no tórax sem deixar cicatrizes na pele, indoContinue a ler “Está quase…”

Finalmente…

…entregue. O título da tese de doutoramento ‘Hybrid Thoracic NOTES: a translational research project’ significa grosso modo: projecto de investigação translaccional (isto é, que faz a ponte para a aplicação humana) em cirurgia toracoscópica por orifícios naturais híbrida (isto é, com auxílio de uma incisão torácica para a colocação de um trocar de 11 mm).Continue a ler “Finalmente…”

Buracos no diafragma

Chegaram à redacção algumas dúvidas relacionadas com esta notícia aqui. Então em Coimbra «fizeram uma descoberta inédita» e baptizaram uma hérnia? No diafragma? Primeiro, vamos lá ver o que é uma hérnia diafragmática. Uma hérnia  é a protusão de intestino (ou outro conteúdo visceral) por um buraco ou fraqueza anatómica. Pode ser pelo umbigo (verContinue a ler “Buracos no diafragma”

Mãos muito suadas

Hoje tive uma visita que me encheu o coração de alegria. Uma adolescente sofria de hiperidrose palmar (sudorese excessiva das mãos), há vários anos. Fizemos-lhe uma simpaticacetomia toracoscópica bilateral e o resultado, segundo a própria, foi excelente. Vinha com uma atitude mais positiva, menos envergonhada, confiante. A hiperidrose (ou hipersudorese) é a produção de suorContinue a ler “Mãos muito suadas”

Sobre a dose televisiva

A American Association of Pediatrics (AAP) desaconselha televisão para crianças menores de 2 anos (mesmo quando ela só ‘toca’ de fundo). Esta posição vem desde 1999 e foi reforçada em 2011 com novas evidências científicas. Baseia-se em 3 premissas: (1) as crianças menores de 2 anos precisam de crescer afectivamente/socialmente através da interacção com outros seres humanos eContinue a ler “Sobre a dose televisiva”