Erupção dentária dos dentes de leite

Este é o nosso quarto texto dos Convidados Especialistas. A nossa convidada é a Dra. Isabel Mesquita, médica dentista, madrinha do MM e potencial sogra do JM, já que tem duas filhas lindíssimas: a Matilde de 6 anos (que já apareceu aqui) e a Carolina de 3 anos. A Dra. Isabel trabalha na Clínica Dr. Sérgio Quintans (Maia) e Clínica Ostris (Paços de Ferreira). Escreve-nos sobre o aparecimento dos primeiros dentinhos (de leite ou decíduos).

Erupção dentária dos dentes de leite
Isabel Mesquita

Apesar de tentarmos definir, prever e ordenar o nascimento dos dentes de leite das crianças, cada bebé tem o seu tempo. Há quem nasça já com dentes (dente natal), há bebés com um dente nos primeiros 30 dias de vida (dente neonatal), e há bebés (como a Matilde, a minha filha mais velha que podem ver na fotografia) cujos primeiros dentes apareceram aos 13 meses, já ela cirandava pela casa toda.

Este assunto não deve constituir uma preocupação para os pais. Habitualmente, os dentes acabam por aparecer mais tarde ou mais cedo e diferenças até 12 meses em relação aos valores referência podem acontecer sem que isso possa ser considerado um problema. A ordem e o tempo que se seguem são apenas valores médios, que podem não servir de referência para os vossos bebés. Normalmente, as meninas amadurecem mais cedo mas, mais uma vez, olhem para a fotografia da Matilde.

Nos casos dos dentes natal e neonatal, e porque são precoces, não completam o processo de mineralização e são, por vezes, dentes mais frágeis, mais propensos a cáries, com má formação de esmalte e dentina. Podem nascer com uma forma alterada, amarelados e com formação escassa de raiz. Mas esses são casos raros e excepcionais. Os valores médios são os que se seguem mas nunca esqueçam que o vosso bebé é único por isso não se preocupem.

  1. Incisivo central inferior-6 meses
  2. Incisivo central superior-7 meses
  3. Lateral superior-9 meses
  4. Lateral inferior-10 meses
  5. Primeiro molar inferior-12 meses
  6. Primeiro molar superior.14 meses
  7. Canino inferior-16 meses
  8. Canino superior-18 meses
  9. 2º molar inferior-20 meses
  10. 2º molar superior-24 meses

Há um outro aspecto que convém ter atenção. Depois do nascimento de um determinado dente deve seguir-se o seu homólogo. Ou seja, e como exemplo, depois do nascimento do molar inferior direito deve seguir-se o nascimento do molar inferior esquerdo. Mais uma vez, cada caso é um caso, mas se houver uma diferença de 3 meses ou mais entre a erupção de um dente e o seu homólogo, convém consultar um especialista para ver se não há nenhuma obstrução ao nascimento do dente.

Por volta dos 6 anos há a erupção do primeiro molar definitivo (molar dos 6 anos) e começa um novo ciclo de erupção dentária. Esta nova fase é mais complexa, com muitas mais variáveis e exige outros cuidados.  A minha Matilde vai fazer 7 anos e continua com a dentição de leite bem firme. É a única lá na escolinha e não há problema nenhum. Nunca esqueçam que a vossa criança é única.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: